Imprimir

Pais não provoquem a ira a vossos filhos

Escrito por secretaria. Posted in Mensagens

PAIS NO PROVOQUEM A IRA A VOSSOS FILHOSProvérbios 6: 4 Um dos maiores desafios de um homem casado é educar seus filhos, e não provocar a ira  nos seus filhos. 

Provérbios 22: 6      “Ensina a criança no caminho que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele”. Os pais são responsáveis pela educação de seus filhos, principalmente quanto a instrução bíblica, ensinar os princípios estabelecidos por Deus e princípios da Palavra.
 

A educação transforma o caráter da pessoa, caráter são hábitos e posturas de uma pessoa que precisam ser disciplinados e corrigidos quando for necessário, para que seja aperfeiçoado e a família é a moldadora do caráter na vida dos filhos;
 

Provérbios 29: 15 A criança que não é disciplinada envergonha os seus pais, a vara e a repreensão dão sabedoria, a disciplina além de cooperar na transformação do caráter, ensina o filho a respeitar.
 

Efésios 6: 1-3 Fala que os filhos devem obedecer a seus pais, e com certeza irão obedecer seus professores, seus superiores e serão bênçãos aonde estiverem; Também os filhos devem honrar seus pais, essa palavra tem um mandamento com promessa, quem honra pai e mãe prolongará  seus dias na terra.
 

Primeiro: os pais provocam a ira a seus filhos quando dão uma ordem sem ser exemplo. Pedem para seus filhos não mentir, e eles mentem, pedem para seus filhos não beber, mas eles bebem.
 

Segundo: disciplinar os filhos sem um motivo justo, por exemplo, aplicar disciplina porque o filho não conseguiu notas boas na escola, ou porque perdeu alguma coisa. 

Terceiro: disciplinar o seu filho sem amor. Hebreus 12: 6-7 “Porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe. É para disciplina que perseverais; pois que filho há que o pai não corrige?”. Disciplina sem amor não é disciplina, pode ser qualquer coisa, pode ser uma surra, uma agressão, uma bronca, menos disciplina. Toda a disciplina deve evidenciar o amor, a disciplina não é feita com tapas, socos, com cinta, pau, mas deve ser com vara, depois com diálogo, aconselhamento e oração. 

Quarto: não provocar a ira nos filhos é admitir quando errou com ele, é pedir perdão pelo erro, e ensinar o filho a pedir perdão quando ele errar. 

Quinto: não faça comparações negativas do seu filho, não compare ele com pessoas más, pessoas que não foram influentes na sociedade, mas pelo contrário, levante a estima de seu filho, diga que ele é um vencedor, um filho precioso, um filho especial. 

Sexto: as crianças devem ser levadas a Cristo, conforme fala em Lucas 18: 15-16, não existe ninguém maior que Jesus, Ele deve ser o alvo principal. 

Sétimo: nós como pais temos que ensinar nossos filhos a crer, a ter fé, os filhos tem que saber que a fé é um tesouro precioso do qual não se pode abrir mão, é um valor que ainda bem cedo as crianças precisam conhecer saber sobre a fé em Deus e ter fé na Palavra de Deus que nunca falha.


Pr. Aristides Alves dos Reis

Ágape Sede

Facebook