Imprimir

Deixe o Meu povo ir

Escrito por secretaria. Posted in Mensagens

DEIXE O MEU POVO IR

Êxodo 7:16          "E lhe dirás: O Senhor, o Deus dos Hebreus, me enviou a ti para te dizer: Deixe ir o meu povo, para que me sirva no deserto, e, até agora, não tens ouvido".

Moisés conhecia os caminhos do Senhor e o povo viu o que Deus fez, testemunhou das maravilhas que o Senhor operou no Egito, isso porque o Senhor confrontou o inimigo pela adoração. O Senhor chamou Moisés para ser o libertador do seu povo, o mais interessante, é que Ele resolveu fazer isso com a colaboração de um homem; Ele sempre faz determinadas coisas através de pessoas.

Quando Deus chamou Moisés, de primeira mão Moisés tentou resistir a esse chamado, dizendo que o faraó não iria ouvi-lo, que ele não tinha capacidade, que tinha problemas e que não sabia falar bem. Deus respondeu a Moisés, vai, eu serei contigo (Êxodo 3:13-14). Deus para cumprir com o seu propósito, prometeu estar junto com Moisés. Êxodo 3:12 "Deus lhe respondeu: Eu serei contigo, e este será o sinal de que eu te enviei: Depois de haveres tirado o povo do Egito, servireis a Deus neste monte".

A palavra serviço aqui significa: Adorar, servir e trabalhar, três coisas em uma só palavra, "Deixe o meu povo ir, para que me sirva, para que me adore".

Você já se perguntou porque Deus mandaria destruir os Cananeus e os Amoreus, Ele já havia prometido há quatrocentos anos que protegeria o povo de Israel e que lhes daria a terra prometida. Deus alertou por muito tempo os Cananeus e os Amoreus dos seus pecados, como o povo continuava a pecar Deus executou o seu juízo. Deus sempre dá oportunidade para o arrependimento, para a mudança, mas aqui nós vemos que Deus trata as nações, Ele tratou com o Egito, confrontou o faraó enviando as dez pragas. Sendo que essas pragas, tem a ver com o confronto dos falsos deuses que operavam no Egito e também com a adoração, uma batalha espiritual de Deus com o inimigo, através da adoração.

O Senhor é paciente e avisa com antecedência para que haja arrependimento, se não houver arrependimento, Ele age e julga os falsos deuses, então principados e potestades são confrontados, chegará um tempo em que Ele julgará todas as pessoas que estão em aliança com os falsos deuses.

Hoje, há um chamado do Espírito Santo em toda a terra, para a adoração ao Senhor dos Senhores, ao Rei dos Reis, ao Senhor Jesus Cristo.

 

Pr. Aristides Alves dos Reis

Imprimir

Princípios de vitória numa batalha

Escrito por secretaria. Posted in Mensagens

PRINCIPIOS DE VITORIA NUMA BATALHA

Davi dispõe-se a lutar contra Golias. Todos nós enfrentamos lutas, umas pequenas outras grandes; as lutas, as batalhas são uma realidade na vida cristã.

A Bíblia diz que do Senhor é a guerra, mas a verdade é que nas batalhas nós nunca estamos sós. Porque Ele tem dito: “De maneira alguma te deixarei, nunca jamais te abandonarei” Hebreus 13: 5. Com certeza o Senhor é o nosso auxílio, Ele sempre está ao nosso lado, seja qual circunstância for, o mais importante é a nossa confiança, "Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele, o teu servo irá e pelejará contra o filisteu” 1 Samuel 17: 32.

Aqui nós temos o primeiro princípio de vitória “a coragem”, foi o que Davi demonstrou. Muitas vezes nós sentimos medo, que é a falta de coragem, o medo traz derrota. Saul teve medo de enfrentar o gigante Golias e com isso desanimou o povo, justamente o homem que não deveria demonstrar medo porque era um líder, o rei, ao contrário deveria encorajar o povo, confiando que teriam vitória. O apóstolo Paulo instruiu seu discípulo Timóteo que Deus não nos tem dado espírito de covardia, um tipo de medo, mas de poder, amor e moderação.

O segundo princípio é “aprender a resistir”, a resistência faz parte da vitória. Davi colocou em seu coração que iria derrotar a Golias e ele resistiu com firmeza. Em Tiago 4: 7 diz: “Resisti ao diabo e ele fugirá de vós”. Como resistir: se dedicando à oração, consagração em jejum, vivendo a Palavra de Deus com fidelidade. Também temos que resistir às palavras de derrotas, negativas e de maldição.

O terceiro princípio de vitória é “construir uma história”, Davi construiu uma história. Ele disse a Saul: “Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai, quando veio um leão e um urso contra o rebanho, e eu os matei”. Essa era a história que Davi tinha construído, já havia pago um preço, arriscando a vida pelas ovelhas de seu pai. Muitos homens construíram suas histórias: Noé é um deles, Deus lhe pediu que construísse uma arca, e assim ele fez. O apóstolo Paulo era construtor de tendas, implantador de Igrejas.

O quarto princípio de vitória é “profetizar a vitória”, Davi quando foi desprezado por Golias começou a profetizar, declarar, determinar sua vitória. O que ele profetizou: “Eu vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos Exércitos de Israel, a quem tens afrontado, hoje mesmo o Senhor te entregará nas minhas mãos, vou te ferir, vou te entregar a cabeça e o cadáver às aves dos céus e as bestas feras da terra, porque do Senhor é a guerra” 1 Samuel 17: 45-46.

 

 

Pr. Aristides Alves dos Reis

Imprimir

O que é necessário antes do avivamento

Escrito por secretaria. Posted in Mensagens

o que  necessrio antes do avivamento2 Crônicas 29:1-36          Ezequias no início de seu reinado sobre Judá, em primeiro lugar restaurou o templo que havia sido contaminado com todo o tipo de pecado pelo povo, principalmente a idolatria. O rei, seu antecessor, praticou todo o tipo de abominação, por isso ele foi entregue nas mãos dos seus inimigos e levado cativo, derrotado e humilhado. Mas o Senhor usou o rei Ezequias para trazer avivamento em Judá.

O que é necessário para termos um grande avivamento? Quero falar de três aspectos necessários para vir o avivamento sobre a Igreja.

Em primeiro lugar, quebrantamento, convicção de pecado, arrependimento e confissão, abandonar tudo o que não agrada a Deus, mudar de atitude, isso é imprescindível, faz parte e antecede o avivamento.

O temor de Deus é uma marca do avivamento, em experiências do passado, o pecado era intolerável. Alguém que se arrepende verdadeiramente sente dor, tristeza por ter pecado. Davi quando pecou declarou: “Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos, pelos constantes gemidos todo o dia, porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor se tornou em sequidão, confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado” Salmos 32: 3-5.

Em segundo lugar, o louvor muda o ambiente, a atmosfera e traz o avivamento. Quando nós aprendemos a louvar a Deus, a sermos gratos e nos arrependemos com sinceridade, estamos nos habilitando para receber o mover de Deus.

Quando entendemos que fomos criados para o louvor de Sua glória e estivermos sempre com um cântico em nossos lábios, estamos pedindo para que venha o avivamento sobre nós, quando estamos falando de salvação para as pessoas, é claro que queremos o avivamento. Na adoração nós trocamos as vestes e mudamos as atitudes do coração.

O rei Ezequias, no primeiro ano do seu reinado, abriu as portas do templo e as reparou, santificou os levitas e os sacerdotes e restabeleceu o culto a Deus. A nossa consagração, santificação e o nosso compromisso com o Senhor faz parte do avivamento.

Em terceiro lugar, a intercessão, sem ela não haverá avivamento, enquanto você não se colocar na brecha, com fidelidade, não vai acontecer nada, todo o avivamento acontece quando o povo tem paixão pela oração, quando existe o clamor pela manifestação da glória de Deus, a intercessão é uma poderosa arma para a chegada do avivamento.

O avivamento virá quando a Igreja entender que precisa se posicionar corretamente.

 

 

Pr. Aristides Alves dos Reis

Imprimir

Igreja, lugar de ensino e discipulado

Escrito por secretaria. Posted in Mensagens

Igreja lugar de ensino e discipulado

“Indignaram-se os discípulos e disseram”... Os discípulos sempre estavam à volta de Jesus, pois eram ensinados assim e aprendiam desta forma. Igreja é lugar de ensino, discipulado e aprendizado constante. É lugar de gente que está aprendendo, gente que está em processo de aprendizado.

Igreja não é lugar onde todo mundo sabe tudo a respeito de todas as coisas, não é lugar onde não existe necessidades de ensino, não é lugar cheio de super-entendidos. Ao contrário disso, Igreja é um lugar onde todos estão em constante ensino e aprendizado, por isso, temos que levar em conta que, encontraremos alunos mais atrasados, uns mais adiantados, uns mais interessados, uns menos interessados, discípulos mais ousados, uns menos ousados, uns que erram menos, uns que erram mais, uns que querem ver as coisas, uns que não querem ver como as coisas andam. Mas todos são discípulos e estão em processo de formação.

Na Bíblia encontramos os discípulos indignados com Maria, porque ela quebrou o vidro de perfume, que era caríssimo. Ela foi censurada pois parecia estar esbanjando e sendo má administradora. Encontramos discípulos com atitudes não muito boas e com todo o tipo de julgamento, por isso foram duramente exortados pelo Senhor Jesus.

Uma coisa é certa, temos que ter a noção bem clara que a Igreja é composta de todo tipo de discípulos, mas existe um Único Mestre, Supremo, Soberano que é o Senhor Jesus. Ele é superior a todos nós e com isso Seus discípulos devem ter atitudes convincentes para agradá-Lo e serem submissos a Ele.

Fomos chamados em primeiro lugar para aprender e deixar que Ele trabalhe em nosso caráter, cure as nossas feridas, transforme a nossa vida. A Igreja não forma pessoas como se fosse uma fábrica, numa linha de montagem, ao contrário, é um serviço muito demorado e cuidadoso, por isso temos que ter paciência uns com os outros, sermos zelosos com os irmãos, para não machucarmos e nem ferir ninguém.

Os discípulos foram chamados pelo Senhor Jesus para uma grande missão: ganhar almas para o Reino fazendo outros discípulos. Em Mateus 28: 19 está escrito: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo”. Que tarefa maravilhosa o nosso Mestre nos delegou, a graça de ir em Seu Nome para anunciar o Evangelho a todas as pessoas, ensinar a Palavra, resgatar os que estão perdidos e levá-los para a Igreja.

Agora, nunca se esqueça, antes de ensinar, você tem que aprender, antes de discipular, você deve ser discipulado; assim aconteceu com os discípulos de Jesus.

 

 

Pr. Aristides Alves dos Reis

Imprimir

O segredo da vitória

Escrito por secretaria. Posted in Mensagens

O segredo da vitria

1 João 5: 4-5       “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo; a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?”.

Para obter vitória é preciso em primeiro lugar ter conhecimento de si mesmo, este é o importante segredo para uma pessoa viver em paz, em vitória e em conquista.

Ser humilde, reconhecendo suas fraquezas é uma grande qualidade, quem faz isso é fortalecido por Deus, quem se conhece, conhece seus limites, sabe até aonde pode ir, não fica exposto e tem menor chance de cair.

Em segundo lugar é necessário resistir às tentações, ninguém está livre de ser tentado, o próprio Senhor Jesus foi tentado (Mateus 4:1-11), porém Ele conhecia o segredo da vitória, tinha sua vida totalmente consagrada, vigiava com Jejum e oração, estava preparado e fortalecido para qualquer tipo de luta espiritual, esse é um dos importantes segredos da vitória, estar preparado.

Jesus jejuou e orou por 40 dias e 40 noites, se preparando e fortalecendo, quando a tentação apareceu Ele estava mais que preparado. A arma utilizada por Jesus nesta batalha de três etapas, era a Palavra de Deus e foi através dessa arma que o diabo foi vencido.

Em terceiro lugar o Sangue de Jesus como cobertura é outro fator importante, Ele nos lava de todo o pecado, não esquecendo de buscar sempre, andar cheio do Espírito Santo, estar na presença de Deus, não negligenciar as práticas dos dons espirituais, olhando sempre para Jesus nosso Senhor e autor da nossa salvação e firmando-nos nas promessas de Deus.

Em quarto lugar, devemos evitar desviar os olhos do alvo, do compromisso de crescer na oração e no conhecimento da Palavra, deixar de congregar, participar dos cultos, discipulados e evangelizar.

Em quinto lugar o Senhor deseja que seus filhos obtenham vitórias e vitórias, sejam realmente mais que vencedores, que vençam o pecado, a indiferença, a frieza, a injustiça, que cada um de nós vivamos como verdadeiros eleitos de Deus, desfrutando de uma vida abundante e vitoriosa em todas as áreas, espiritual, ministerial, familiar e secular.

Veja o que o apóstolo Paulo fala a Tito: “Paulo servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo, para promover a fé que é dos eleitos de Deus e o pleno conhecimento da verdade, segundo a piedade, na esperança da vida eterna que o Deus que não pode mentir prometeu antes dos tempos eternos” Tito 1: 2-2.

O segredo da vitória é permanecer em Cristo até o fim, é viver na esperança da vida eterna.

 

 

Pr. Aristides Alves dos Reis

Ágape Sede

Facebook