Imprimir

Corra para Jesus, não para os outros

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“Vocês são como adúlteros [como cônjuges infiéis, apaixonados ilicitamente com o mundo e quebrando seus votos de casamento com Deus]! Vocês não sabem que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Quem quer ser amigo do mundo faz-se inimigo de Deus”. Tiago 4: 4

Em minha cozinha há janelas em cima da pia que são difíceis para eu alcançar, quando quero abrir ou fechar essas janelas, tenho de me apoiar na pia e fazer um esforço tremendo ou evito todo este trabalhão chamando meu marido, Dave, e pedindo para ele abrir ou fechar as janelas para mim. Dave é bem mais alto do que eu e com seus braços longos fica bem mais fácil para ele fazer algo que para mim é um desafio frustrante.

É assim que somos com o Senhor, nós nos esforçamos, lutamos e nos esgotamos tentando fazer algo que o Senhor poderia fazer por nós sem esforço algum – se apenas lhe pedíssemos. Mas sabe o que poderia insultar meu marido ainda mais do que recusar sua ajuda? Correr para o vizinho ao lado e lhe pedir para dar um pulinho em minha casa e abrir ou fechar minhas janelas para mim.

É a este tipo de coisa que Tiago se referia no versículo acima, quando fala sobre sermos “como cônjuges infiéis”, que buscam a ajuda de outros ao invés de pedir a ajuda de nossos próprios maridos, que simbolizam o Senhor. Eu vivia frustrada em minha vida e ministério, até que aprendi a parar de tentara fazer tudo sozinha ou de levar a outros os meus problemas ao invés de correr para Deus.

 

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

Perdoe os que o ofendem

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

"Então caiu de joelhos e bradou: “Senhor, não os considerem culpados deste pecado”. E, tendo dito isso, adormeceu." Atos 7: 60

Em Atos 6 e 7 lemos a história de Estêvão, que foi chamado para comparecer diante do conselho judeu e falsamente acusado de blasfemar contra Deus e Moisés por pregar o evangelho, depois de pregar um sermão que enraiveceu o conselho, ele foi levado para fora e apedrejado, mas enquanto o apedrejavam, Estêvão orou por seus inimigos, dizendo: “`Senhor Jesus, recebe o meu espírito`. Então caiu de joelhos e bradou: `Senhor, não os consideres culpados deste pecado`” Atos 7: 59-60.

Receio que se eu estivesse naquela situação, seria tentada a pegar uma pedra e jogá-la de volta naqueles homens. Mas não foi o que Estêvão fez, ele perdoou seus atormentadores e orou por eles, dizendo em essência: “Perdoe-os, Senhor, não entendem o que estão fazendo”.

Na grande maioria das vezes, aqueles que nos ofendem e machucam não entendem o que estão fazendo, eles estão apenas agindo por egoísmo, anos atrás alguém me disso algo que me ajudou, ele disse que noventa e cinco por cento das vezes em que as pessoas magoam nossos sentimentos, não era sua intenção fazê-lo.

Deus não quer que tenhamos um coração ofendido, se tivermos, não teremos condições de ministrar a outros. Talvez você ache que isso não se explica a você porque não participa de um ministério em que precisa subir num púlpito, mas cada cristão tem seu ministério. Talvez você não esteja em um púlpito ensinando, mas seu ministério é para com seus filhos, seu cônjuge, sua família e para com Deus.

Como podemos louvar a Deus corretamente se nosso coração está errado? É fácil nos ofendermos, mas de acordo com a Bíblia, o amor não se ofende facilmente.

 

 

www.lagoinha.com

Imprimir

Um amigo de Deus

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

Ao invés de falar com Deus apenas sobre nossos problemas, precisamos falar com Ele sobre Ele, precisamos conversar com Ele sobre Quem Ele é, sobre o poder do Seu nome, o poder do sangue de Seu Filho Jesus e as grandes coisas que sabemos que Ele pode realizar e já realizou.

Depois de O louvarmos e adorarmos desta maneira, então podemos começar a mencionar o problema. Eu não gostaria de ver meus filhos me procurando apenas para conversar comigo se estivessem com algum problema – quero que eles tenham convívio comigo. Posso pensar em algumas pessoas neste momento que só me telefonam quando estão com algum problema, e isso me magoa.

Sinto que elas não se importam comigo, mas sim com o que querem que eu faça por elas, tenho certeza de que você já teve experiências semelhantes e se sente da mesma forma. Essas pessoas podem se dizer amigas, mas na realidade não são, os amigos são para as horas de dificuldade, mas não apenas para isso.

Como amigos, precisamos demonstrar apreço e passar tempo encorajando aqueles com que nos relacionamos, devemos evitar ser o tipo de pessoa que eu chamo de “recebedores” – aqueles que levam ou recebem algo, mas nunca dão. Quero ser amiga de Deus, Ele chamou Abraão de Seu amigo e também quero ser chamada assim, o Senhor não é apenas aquele que resolve meus problemas, Ele é meu tudo, e eu O amo muito mais do que consigo descrever com palavras.

 

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

Ele nunca nos deixará

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que você têm, porque Deus mesmo disse: “Nunca o deixarei, nunca o abandonarei” Hebreus 13: 5.

Nasci de novo quando tinha nove anos de idade, na noite em que recebi a salvação, tive de sair escondida de casa para ir à Igreja com alguns parentes que nos visitavam, porque meu pai não nos deixaria ir se lhe pedíssemos. Eu sabia que havia ido àquele lugar, naquela noite, para ser salva, mas não faço ideia de como sabia que precisava da salvação.

O pastor não chamou ninguém ao altar naquela noite, estava com muito medo, mas no final do culto, fui até o púlpito levando dois de meus primos comigo, olhei para o pastor e disse: “O senhor pode me salvar?” Ele ficou triste por não ter chamado ninguém ao altar, mas eu recebi uma limpeza gloriosa em minha alma naquela noite, sabia que havia nascido de novo!

No dia seguinte, contudo, trapaceei num jogo de pique-esconde com meus primos: espiei para ver onde eles foram se esconder, e achei que tinha perdido minha salvação! Eu já tinha mais de vinte anos quando entendi que Jesus prometera não me abandonar. Hebreus 13:5 confirma essa promessa: “Porque Deus mesmo disse: `Nunca o deixarei, nunca o abandonarei`”.

 

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

Abençoe seus inimigos

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“Abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam. Se alguém lhe bater numa face, ofereça-lhe também a outra. Se alguém lhe tirar a capa, não impeça de tirar-lhe a túnica”. Lucas 6: 28-29.

Jesus deixou bem claro o que devemos fazer às pessoas que nos causam dano: “Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem” Mateus 5: 44. “Invoquem bênçãos e orem pela felicidade dos que os amaldiçoam” Lucas 6: 28.

Quando comecei a trabalhar no ministério com pessoas, reparei que muitas vezes elas expressavam um desejo genuíno de perdoar seus inimigos, mas admitiam que eram incapazes de fazer isso, busquei a Deus em oração para encontrar respostas e Ele me deu esta mensagem: “Meu povo quer perdoar, mas não está obedecendo às escrituras que tratam do perdão”. O Senhor me guiou a várias passagens sobre orar por nossos inimigos, mas não o fazem nem oram por aqueles que os ofenderam.

Peça a Deus para demonstrar misericórdia, e não julgamentos àqueles que o maltrataram. Lembre-se: se semear misericórdia, colherá misericórdia (Gálatas 6: 7). Orar pelas pessoas que nos ofenderam também as ajuda a buscarem o arrependimento e uma verdadeira consciência do dano que estão causand, sem essa oração, elas permanecem no engano.

Abençoar seus inimigos ao invés de amaldiçoá-los é uma parte muito importante do processo do perdão, se estiver disposto a abençoar e orar por seus inimigos, você colocará em ação a verdade de Romanos 12: 21: “Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem”.

 

 

Fonte: www.lagoinha.com

Ágape Sede

Facebook