Imprimir

Os que creem em Jesus são realizadores

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela que subsiste para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará; porque Deus, o Pai, o confirmou com o seu selo. Dirigiram-se, pois, a ele, perguntando: Que faremos para realizar as obras de Deus? Respondeu-lhes Jesus: A obra de Deus é esta: que creiais naquele que por ele foi enviado”. João 6:27-29

Nem posso lhes contar quantas vezes disse ao Senhor, “Pai, o que queres que eu faça? É só me mostrar que eu faço”. Eu era uma executora, só precisava que alguém me mostrasse o que precisava ser feito, eu o fazia – e fazia direito, mas o que me frustrava e confundia era quando eu fazia algo certo e ainda assim as coisas não funcionavam.

“Que faremos para realizar as obras de Deus?” – Os discípulos queriam saber, ninguém havia lhes dito para fazerem o trabalho de Deus; foi ideia deles, Deus é grande o bastante para fazer Sua própria obra, mas é assim que nós somos, quando ouvimos de uma obra poderosa de Deus, nossa reação imediata é: “Senhor, mostra-me então o que posso fazer para realizar essa obra”. Qual foi a resposta de Jesus? “A obra de Deus é esta: crer”.

Ora, a primeira vez que o Senhor me revelou esta passagem achei que Ele iria me mostrar o que fazer para finalmente ser bem sucedida fazendo a Sua obra, e, de certa forma, foi exatamente isso que Ele fez. Ele me disse para crer. “O que Tu queres dizer, Senhor?” perguntei. “É isto”, Ele respondeu, “crer”. Você e eu achamos que precisamos realizar, e realizamos muitas coisas. Mas o caminho para realizar é crer.

 

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

Deus escolhe os menos prováveis

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“Pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes; e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus.” I Coríntios 1:27-29

Deus escolhe propositadamente aqueles candidatos menos prováveis para o trabalho, dessa forma Ele tem uma porta escancarada para revelar Sua graça, misericórdia e poder para mudar vidas humanas. Quando usa alguém como eu e muitos outros que Ele tem usado, percebemos que não somos a fonte, mas sim Ele: “Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens” (I Coríntios 1.25), cada um de nós tem um destino, e não existe desculpa para não cumprirmos com o nosso.

Não podemos usar as nossas fraquezas como desculpa, porque Deus disse que Sua força se aperfeiçoa na nossa fraqueza (2 Coríntios 2:9), não podemos usar o passado como desculpa, porque Deus nos diz através do apóstolo Paulo que se alguém está em Cristo é uma nova criatura; as coisas velhas são passadas e tudo se fez novo (2 Coríntios 5.17).

A maneira como Deus vai nos usar não é o problema, mas sim a maneira como nos vemos, pois é isso que nos impede de obtermos êxito, cada um de nós pode obter êxito em ser tudo o que Deus quer que sejamos.

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

A fé é um canal, não uma fonte

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra” Salmos 121:2

Precisamos aprender sobre fé, a fé é algo maravilhoso, a Bíblia diz que sem fé é impossível agradar a Deus (Hebreus 11:6), ela é tão importante e vital porque é através da fé que recebemos de Deus todas as coisas boas que Ele quer nos dar. É por isso que o Senhor treina o seu povo em fé, Ele quer que você coloque seus olhos Nele e aprenda a acreditar Nele, a fim de que Ele possa fazer por você e através de sua vida o que deseja realizar na Terra.

O mesmo é verdadeiro com relação à oração, ao louvor, à meditação, aos estudos bíblicos, à confissão, à guerra espiritual, e todos os outros preceitos dos quais temos ouvido e abraçado. Com toda a nossa atividade espiritual, porém, temos de cuidar para não começarmos a adorar – seguir, confiar e depender – dessas coisas em vez de adorarmos o próprio Senhor.

É possível adorarmos o nosso tempo de oração, nossos estudos bíblicos, confissões, meditação, momentos de louvor e outras boas obras, podemos crescer em fé na nossa própria fé, em vez de na fé em nosso Deus, é quase assustador porque existe uma linha tênue entre as duas coisas. Mas o que não podemos esquecer é que por melhor que sejam todas essas coisas, elas são apenas canais para recebermos do Senhor.

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

Tentar versus confiar

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“Entrega o teu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá” Salmos 37:5.

Você já percebeu que a palavra tentar vai contra as Sagradas Escrituras? Sei que isso é verdade porque verifiquei na maior concordância bíblica que consegui encontrar, embora a palavra tentar apareça, ela não tem o sentido que usamos hoje em dia. A palavra tentar só é usada na Bíblia no sentido de colocar alguém à prova, a Bíblia de “a prova da sua fé” (Tiago 1:3), aprendemos que não devemos acreditar em tudo o que ouvimos, mas devemos “examinar os espíritos” (1 João 4:1). O salmista diz: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração” (Salmos 139:23) e a Bíblia também fala sobre os testes da nossa fé que vêm para nos “provar” (1 Pedro 4:12).

No sentido que encontramos nas Escrituras, a palavra provar se refere a um teste ou provação para determinar o valor de uma pessoa ou coisa, mas isso é totalmente diferente da maneira como geralmente usamos a palavra hoje – que diz respeito a um esforço humano. Dizemos que é uma “prova” quando nos esforçamos para conseguir ou realizar algo pelos nossos próprios meios ou habilidades, ora, não para conseguir ou realizar algo na vida, de jeito nenhum. Uma das mensagens que geralmente prego é que devemos nos esforçar de certa forma por algumas coisas, como crentes – um esforço que é feito através do poder e da graça de Deus que opera em nós.

Em outras palavras, não devemos tentar fazer nada sem pedir a ajuda de Deus. Devemos nos apoiar inteiramente Nele em cada projeto e manter uma atitude que reflete que “sem Ele nada posso fazer”. Não devemos nos envolver nos esforços naturais, da carne, porque o resultado é apenas fadiga e frustração, decepção e destruição. Esteja disposto a substituir tentar por confiar. Foi o que aprendi a fazer quando o Senhor me apresentou a um novo mundo de revelação sobre a Sua maravilhosa graça.

 

 

Fonte: www.lagoinha.com

Imprimir

Siga a Deus, não as pessoas

Escrito por secretaria. Posted in Devocional

“Ainda assim, muitos líderes dos judeus creram nele. Mas, por causa dos fariseus, não confessavam a sua fé, com medo de serem expulsos da sinagoga”. João 12:42

A Bíblia nos ensina em João 12:42-43 que muitos líderes da época criam em Jesus mas não o confessavam por medo de serem expulsos da sinagoga, “Pois preferiam a aprovação dos homens do que a aprovação de Deus” João 12. 43.

Neste exemplo vemos que algumas pessoas deixaram de ter um relacionamento com Jesus porque eram viciadas na aprovação dos homens, embora quisessem um relacionamento com o Senhor, elas amavam mais a aprovação dos homens, é triste, mas isso é algo que acontece o tempo todo.

As pessoas mencionadas em João 12 sabiam que Jesus era genuíno, elas criam Nele, mas o amor pela aprovação dos outros não lhes permitia ter um relacionamento verdadeiro com Ele. Eu me pergunto o que será que lhes aconteceu. O que será que elas perderam por terem dito sim às pessoas e não a Deus? Eu me pergunto quantas pessoas nunca mais foram mencionadas na Bíblia, caíram no esquecimento e nunca cumpriram com o seu destino porque amaram mais a aprovação dos homens do que a de Deus.

Quantas dessas pessoas passaram a vida sem respeito próprio por se preocuparem sempre em agradar os outros? Siga a Deus, não às pessoas!

 

www.lagoinha.com

Ágape Sede

Facebook